O que, afinal, é certo e o que é errado?

April 19, 2018

 Quantas vezes você já se desentendeu com uma pessoa que ama por pensar estar certo? O que, a final, é certo e o que é errado?


Precisamos entender que nossa realidade é limitada à interpretação que fazemos do que nos ocorre. Em uma mesma situação, cada pessoa interpreta os acontecimentos de uma maneira diferente. A realidade de cada indivíduo depende da interpretação que ele dá aos fatos. São muitos os fatores que influenciam a forma como você interpreta um acontecimento, como sua história de vida, suas experiências emocionais, sua vulnerabilidade psicológica, alguns fatores fisiológicos e até sua vida fetal. Assim, sua realidade nunca é a mesma que a realidade de quem está a seu lado, mas é exclusivamente sua, e isso não significa que é correta ou incorreta.


Quando ignoramos isto, muitas vezes entramos em jogos de poder nas relações - seja com familiares, amigos ou colegas profissionais -, e sentimentos como culpa, raiva, vergonha, medo, ressentimentos, mágoas etc. nos dominam, impedindo-nos de encarar a situação como ela de fato é. Assim, nos ofendemos ou ofendemos a outrem por acreditar em uma realidade limitada - e vivemos infelizes, sem saber como sair desse estado interno de confusão. Quando estamos muito envolvidos emocionalmente, fica difícil ter clareza para perceber certos padrões de pensamento e comportamento que nos mantêm nesse rodamoinho.

 

Nessas horas, o auxílio de um terapeuta pode ser essencial. Fazer terapia é desejar genuinamente se conhecer, e vislumbrar uma evolução pessoal contínua. O autoconhecimento é um processo infinito, mas se tivermos, no início, um "empurrãozinho", podemos avançar mais facilmente. Quando ampliamos nossa consciência, tudo começa a fluir em nossas vidas.

 

E ai, que tal se dar esta oportunidade?

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload